O que é o Envelhecimento Ativo?

Ouve-se falar em envelhecimento ativo e cada vez mais este tema está na “moda”… Mas afinal o que é? E o que já está a ser feito neste âmbito?

Tivemos oportunidade de participar na 1ª Jornada do Observatório do Envelhecimento – Por um envelhecimento positivo que decorreu, em Coimbra, a 10 de novembro de 2016. Este evento foi organizado pelo grupo de trabalho do Observatório do Envelhecimento da APRe! (Aposentados, Pensionistas e Reformados).

1ª Jornada do Observatório do Envelhecimento organizada pela APRe!

O evento teve diversos painéis com temas atuais e interessantes e todos os oradores apresentaram comunicações e partilha de experiências muito boas:

  • Envelhecimento: uma realidade e um desafio
  • Envelhecimento: dimensões e dinâmicas
  • Coimbra e o envelhecimento – apresentação de projetos inovadores desta cidade

 

Apresentamos algumas ideias que foram debatidas ao longo do encontro…

Participação do projeto A Avó veio trabalhar no festival de música Bons Sonhos

O que quero ser quando for velho? Ricardo Pocinho, coordenador da Pós-graduação em Envelhecimento Activo e Saudável da Escola Superior de Tecnologia de Saúde de Coimbra, defende a importância de prepararmos a reforma e esse período da vida assim como nos preparamos para o mercado de trabalho enquanto estamos a estudar. Para este professor o envelhecimento ativo é viver e entender o ciclo de vida em que se está; e quem vive, envelhece ativamente!

Susana António, designer social, apresentou o projeto A avó veio trabalhar – esta é uma oficina criativa em que quem faz parte trabalha nos lavores domésticos e também participa em atividades artísticas e criativas. Este projeto tem 2 lemas fundamentais: Old is the new young e Envelhecer com um sorriso!

A professora da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Clara Murteira, falou da sustentabilidade do sistema de segurança social e levantou questões económicas e sociais muito pertinentes sobre as pensões e as reformas.

Logotipo do consórcio Ageing@Coimbra

João Malva, coordenador científico do consórcio Ageing@Coimbra, do qual a Imagina também faz parte, deu o seu contributo para definir este conceito de envelhecimento ativo – viver de forma saudável, ativa, digna e autónoma. Explicou em que consiste este consórcio de instituições, universidades e empresas e de que forma a região de Coimbra tem condições privilegiadas para ser uma referência a nível europeu para o desenvolvimento de boas práticas na área do envelhecimento ativo e saudável.

Maria Luísa Carvalho, presidente da direção da Casa dos Pobres de Coimbra, falou do novo gabinete criado há 1 ano – o GAPIC (Gabinete de Apoio à Pessoa Idosa e ao Cuidador). Com o trabalho que têm vindo a desenvolver já se notam melhorias nos idosos a vários níveis: motricidade fina, memória, cérebro mais ativo, melhoria na alimentação, maior autonomia, etc.

Cristina Cunha, psicóloga da Fundação Bissaya Barreto, apresentou o projeto SOS Pessoa Idosa que defende e trabalha a questão dos maus tratos na pessoa idosa. Está disponível uma linha de apoio por telefone (800 990 100) e email (sospessoaidosa@fbb.pt). Ela falou ainda de um conceito que ainda é recente – a gerontolescência – e de que o período da reforma corresponde atualmente a 1/3 da nossa vida.

Membros da equipa portuguesa do Projeto GrowMeUp

Carina Dantas, diretora do departamento de inovação da Cáritas de Coimbra, apresentou o projeto europeu tecnológico GrowMeUp em que a instituição está a trabalhar e que visa aperfeiçoar e testar um robô inovador, o GrowMu, que irá apoiar pessoas com mais de 65 anos nas suas atividades diárias. Este projeto também pretende repensar os serviços de apoio aos idosos que ainda são os mesmos de há 30 ou 40 anos.

Também tiveram a palavra alguns membros de autarquias locais falando do apoio e da importância dos projetos que têm desenvolvido nesta região, nomeadamente a Câmara Municipal de Coimbra e a Freguesia de São Martinho do Bispo.

Pode ver o álbum completo de fotos no facebook da APRe!

 

Créditos das imagens: Algumas fotos utilizadas nesta notícia foram tiradas da página do facebook do projeto A avó veio trabalhar e da página do projeto europeu GrowMeUp.




Colocado no dia: 16 Novembro 2016 às 15:45

Tags: , , , , , , , ,

Artigo escrito por: Patrícia Correia

Comentários


Deixe um Comentário

É necessário estar registado para escrever um comentário.

Caso ainda não se tenha registado poderá registar-se em: http://www.cnotinfor.pt/registo


Subscrever via RSS







  • Comunidade Imagina



  • Criar conta gratuitamente
    Esqueceu a sua password?
    • Print
    • email
    • Twitter
    • Facebook
    • Google Bookmarks
    • del.icio.us
    • LinkedIn
    • RSS



    Edições


    Áreas

    acessibilidade ajudas técnicas aprendizagem aventuras 2 BICA curta CAA centro de formação comunicar com símbolos comunicação aumentativa e alternativa concursos editorial educação especial educação inclusiva eventos formação à distância inclusão invento 2 investigação & desenvolvimento lançamento de produtos leitura leitura e escrita literacia myHealthPass necessidades especiais oscar feels portal de atividades Imagina produtos de apoio projetos pt-BR pt-PT questões e aprendizagem recursos educativos responsabilidade social sistema de símbolos symbolinc software educativo software imagina software inclusivo symbol lab símbolos para a alfabetização da widgit tecnologia assistiva tecnologias de apoio testemunhos e experiências TIC em contexto curricular TOP QX vox4all